Capa » Ação 15 » Gararu foi atendida com projetos de acesso à terra e de combate à pobreza

Gararu foi atendida com projetos de acesso à terra e de combate à pobreza

O Governo do Estado de Sergipe, através da Empresa de Desenvolvimento Sustentável de Sergipe – Pronese fez investimentos no município de Gararu, localizado no território Alto Sertão Sergipano, no valor de R$ 1.771.380,20 em projetos comunitários de combate à pobreza e acesso à terra.

mapa_de_gararu_800_1

Parte deste total aplicado são recursos do Projeto de Combate à Pobreza Rural – Prosperar, resultado do acordo de empréstimo entre o Governo Estadual e o Banco Mundial e, outra parte são recursos do Programa Nacional de Crédito Fundiário, resultado de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

 

Por meio do Projeto Prosperar foram aplicados R$1.551.180,20 na realização de 19 projetos em 15 povoados,  com a  construção de um sistema de irrigação, quatro projetos de aquisição de bovinos, quatro passagens molhada, três tratores com implementos, duas mini-indústrias de confecções, dois projetos de aquisição de barcos e implementos de pesca, um projeto  de aquisição de matrizes de ovinos, 23 cisternas e um núcleo de inclusão digital, beneficiando um total de 672 famílias.

 

Dos projetos realizados, 12 estão voltados para atividades produtivas que contemplam as necessidades de geração de emprego e renda da comunidade. Outros seis projetos são voltados para a infraestrutura, a exemplo das passagens molhadas que facilitam o escoamento da produção dos povoados para a sede do município ou para outros municípios.  Já o projeto social de inclusão digital envolve a maioria da população jovem que necessita de atualização tecnológica para entrar no mercado de trabalho.

 

Por meio do Programa de Crédito Fundiário, o município de Gararu recebeu investimentos no valor de R$220.200,00 que permitiram o acesso à terra para cinco famílias de agricultores familiares, na propriedade Buenos Aires que possui uma área de 71,29 hectares. Com a primeira parcela dos investimentos comunitários eles fizeram cerca, plantaram palma, estão preparando a terra para o plantio de capim e reservaram três tarefas destinadas à criação de ovinos.

 

“No futuro, com o recebimento da segunda parcela dos investimentos comunitários, pretendemos investir na criação de gado para produção de leite e também ampliar a criação de ovelhas. Estamos animados e esperançosos com nosso pedaço de terra”, disse Cássia Vieira dos Santos, assentada beneficiária do projeto de Crédito Fundiário.

www.pronese.se.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>